Sintergs e entidades articulam na AL para aprovação da PEC da Data-Base

Entidades que representam servidores públicos estaduais, entre as quais o Sintergs, deram início a um grupo de trabalho sobre a PEC da Data-base (PEC 263). O encontro ocorreu nesta quinta-feira (23/11), na Assembleia Legislativa.

O objetivo é montar uma estratégia de trabalho que viabilize a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional no Parlamento gaúcho.

A PEC da Data-base tramita na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. O deputado estadual Gabriel Souza (PMDB) é o relator da matéria.

A proposta busca garantir que no dia 1º de março de cada ano o Governo do Estado seja obrigado a negociar e conceder reposição inflacionária para os servidores públicos do Estado. Além disso, a proposta também trata da isonomia de direitos entre os Poderes.

Deputados

Ainda durante toda a manhã desta quinta-feira (23/11), o Sintergs percorreu gabinetes dos parlamentares, como o da Deputada Juliana Brizola (PDT). Em conversa com o Chefe de Gabinete da deputada, o presidente do Sintergs tratou da articulação para buscar a unidade em torno da PEC da Data-base.

“Trata-se de uma proposta muito meritória. É positiva para o Estado e para a população e estamos trabalhando com afinco para que seja aprovada. A PEC é boa para o Estado”, destaca o presidente do Sintergs, Nelcir André Varnier.

Participaram das reuniões, o presidente da Amapergs, Flávio Berneira, dirigente da Amapergs, Rodrigo Kist Engroff, a presidente do Cpers, Helenir Schürer, além de outros dirigentes de outras entidades.