Sintergs ingressa com mandado de segurança para garantir salários em dia

O Sintergs ingressará com mandado de segurança preventivo como forma de garantir o pagamento dos salários em dia dos Técnicos-Científicos, Extranumerários e Especialistas em Saúde. A ação deve ser protocolada no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul na tarde desta quinta-feira (12/03).

O presidente do Sintergs, Joanes Machado da Rosa, diz que os associados da entidade estão muito apreensivos em relação a possibilidade de o Governo do Estado do RS atrasar e parcelar os salários dos servidores.

“Nós trabalhamos de forma integral para o Estado. Não podemos receber parceladamente. Ao ingressarmos no serviço público não o fazemos com a intenção de ficarmos ricos. O que se quer é uma estabilidade e ela esta sendo ferida”, alertou o Presidente do Sintergs.

Recentemente, o Sintergs ingressou com mandado de segurança exigindo do Governo do Estado o cumprimento da lei que criou a Gratificação de Incentivo às Atividades Sociais Administrativas e Econômicas (GISAE – Lei 14.512/2014) e o pagamento da gratificação para todos os Técnicos Científicos lotados na Educação, Saúde e para os inativos. A ação, que pede que a lei seja cumprida liminarmente, foi ajuizada na sexta-feira (27/02).

Ao todo são dois mandados de segurança que foram protocolados no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e que pedem o pagamento da GISAE. Um especificamente para os inativos e o segundo para os Técnicos Científicos lotados nas secretarias da Saúde e Educação, que também não estão recebendo a GISAE na folha de pagamento.