Sintergs pede esclarecimentos à Fazenda sobre balanços que demonstram que Estado tem recursos para colocar em dia salário dos servidores

O Sintergs encaminhou solicitação de esclarecimentos ao secretário estadual da Fazenda, Giovane Feltes, sobre as informações contidas nos balanços orçamentários do Estado publicados pela Contadoria e Auditoria Geral do Estado (CAGE).

De acordo com o Sindicato, a situação apresentada nos balanços da CAGE em 2017, é diferente daquela apresentada pelo Governo Sartori.

Conforme demonstrativos publicados pela Secretaria Estadual da Fazenda, durante todo o ano de 2017 o Estado apresentou saldos superiores a R$ 2 bilhões em todos os períodos apurados pela CAGE, equivalentes a duas folhas de pagamento do funcionalismo.

Em ofício encaminhado no início desse mês à Secretaria Estadual da Fazenda, o Sintergs anexa um resumo das informações dos demonstrativos contábeis, segundo os quais o saldo acumulado até novembro de 2017 totaliza quase R$ 3 bilhões.

O valor, conforme os demonstrativos, precisamente R$ 2,943 bilhões, refere-se ao saldo total realizado, receitas totais realizadas menos as despesas totais realizadas.

“É incompreensível, de acordo com esses balanços, os sucessivos atrasos nos salários dos servidores públicos estaduais e a falta do pagamento do 13º. Os valores apresentados nestes demonstrativos são duas vezes a folha de pagamento do funcionalismo”, destaca o presidente do Sintergs, Nelcir André Varnier.

Tabela foi encaminhada com ofício ao secretário da Fazenda.